sábado, 6 de junho de 2020

UPPV recebe doação de Kits de alimentos

❣️#ObemContagia  

A GRATIDÃO e a ESPERANÇA nos irradia nesta manhã de sábado, 06/06/2020, na sede da UPPV, quando a Empresa SÍTIO DA SERRA nos visitou com a doação de 🥰29 Cestas Básicas KIT LIZ CIDADANIA🥰 para beneficiar as famílias presentes em nosso território de atuação social. 




😷Somos imensamente gratos pela doação e sobretudo pelo gesto solidário em prol da Cidadania de todos! 📎A UNIÃO POPULAR PELA VIDA-UPPV sente-se honrada por tamanho gesto. 💚Nosso muito obrigado!💙





sábado, 11 de abril de 2020








O Projeto ouVLivro: Edições Colaborativas é uma oportunidade de incentivo à leitura, principalmente, neste período de isolamento social, causado pela Pandemia ao COVID-19. A Proposta trata-se de uma plataforma de Livros falados. Os livros serão de todos os gêneros, e que estejam em domínio público ou que tenham a autorização do autor para divulgação, de forma gratuita, com proibição de uso para fins comerciais. As gravações são caseiras, realizadas, de forma voluntária e Colaborativa. Os Ledores-colaboradores são amigos e familiares (aberto a qualquer outro voluntário que se disponibilize), residentes em diversas cidades e/ou estados do Brasil, que são convidados via WhatsApp, recebem as orientações e o livro em PDF, onde há a indicação do trecho a ser gravado. Em seguida retornam com os áudios que são revisados e editados para podcasts. A Plataforma utilizada é um App de uso livre, com hospedagem gratuita ilimitada, chamado anchor.fm., disponível gratuitamente. 

Mais Informações: 


Obras autorizadas para divulgação Pública.

PROIBIDA UTILIZAÇÃO PARA FINS COMERCIAIS.

Projeto ouVLivro: Edição Colaborativa

Coordenação: Ray Alves - Biblioteca da UPPV - Missão Velha-Ceará

- As gravações são Caseiras, realizadas, de forma voluntária e Colaborativa. Os Ledores-colaboradores apresentam-se ao final, após a obra. Quer fazer parte? Entre em contato conosco nas redes sociais.

FACEBOOK: @UPPVCOMUNIDADE - Instagram: @uppvmissaovelha e @ojuara_ray - WhatsApp: (88) 9. 9982 3178


Projeto ouVLivro: Falado, Confira aqui !!

sexta-feira, 11 de outubro de 2019

História de Missão Velha-CE

Em fins do século XVII o vale do Cariri era povoado por indígenas da nação homônima, oriundos do planalto da Borborema, refugiados da guerra da repressão que os portugueses moviam contra a coligação de tribos indígenas nordestinas, impropriamente denominada de “Confederação dos Cariris” (1683-1713); efeito tardio da indisciplina e rebelião implantada durante o domínio holandês.
Igreja de São José de Missão Velha
Em defesa e para a pacificação dos indígenas, ocorreram missionários de diversas ordens religiosas. Os jesuítas, agrupando-os, sob sua autoridade eclesiástica, em “aldeias” ou “missões”, criaram, entre outras no sítio Cachoeira, a de São José, que seria a célula-mãe do Município de Missão Velha.
Nestas terras veio estabelecer-se, em 1707, o baiano João Correia Arnaud (descendente do Caramuru), com mulher, nove filhos, parentes e escravos, dando início à colonização da região. Em 28 de janeiro de 1748, sob a invocação de Nossa Senhora da Luz, foi criado desmembrado do curato de Icó, na região dos Cariris Novos, o “curato amovível” das Minas dos Cariris Novos”.
Por provisão do bispo de Olinda, de 3 de maio de 1760, foi autorizada a ereção da Matriz de São José, no sítio da antiga capela do aldeamento indígena, passando o curato a denominar-se desde então, “São José da Missão Velha do Cariri”.
Por volta de 1750, espalharam-se por todo o Nordeste a notícia da suposta riqueza aurífera do vale do Cariri. A fim de que os serviços de mineração tivessem maior eficiência, foi organizada, em 1756, a Companhia do Ouro das Minas de São José dos Cariris, dois anos depois dissolvida, em vista da “pouca utilidade que poderiam dar as ditas minas a quem as cultivasse”.
Desaparecido o interesse do ouro, voltaram-se os habitantes para a agricultura. A fertilidade do solo caririense, suas fontes e rios quase perenes, a fartura de frutos silvestres. foram importantes fatores, que provocaram a afluência de renovadas ondas de povoamento. Seus habitantes tomaram parte ativa na Confederação do Equador (1824) e na revolta de 1831, conseqüência da abdicação de D. Pedro I. O Município de Missão Velha surgiu, desmembrado do de Barbalha, em 1864, completando a 8 de novembro passado o seu primeiro centenário.
Segundo alguns historiadores, o nome do Município é devido ao fato de os jesuítas terem fundado outra missão, passando a ser conhecido como Missão Velha. Gentílico: missanvelhense ou missão-velhense Formação Administrativa Distrito criado com a denominação de Missão Velha, por provincial de 28-01-1748 e ato provincial de 18-03-1748. Elevado à categoria de vila com a denominação de Missão Velha, por provincial nº 1120, de 08-11-1864, desmembrado de Barbalha. Sede no núcleo de Missão Velha. Instalado em Em divisão administrativa referente ao ano de 1911, a vila aparece constituída de 3 distritos: Missão Velha, Goianinha e Missão Nova.
Elevado à condição de cidade com a denominação Missão Velha, pelo decreto, nº 262, de 28-07-1931. Pelo decreto estadual nº 1156, de 04-12-1933, eferem-se a criação de Riacho dos Porcos. Em divisão administrativa referente ao ano de 1933, a vila é constituído de 4 distritos: Missão Velha, Goianinha, Missão Nova e Riacho dos Porco. Assim permanecendo em divisões territoriais datadas de 31-XII-1936 e 31-XII-1937. Pelo decreto-lei estadual nº 448, de 20-12-1938, o distrito de Riacho dos Porcos passou a denominar-se Quimami. No quadro fixado para vigorar no período de 1939-1943, o município de Lavras é constituído de 4 distritos: Missão Velha, Goianinha, Missão Nova e Quimami (ex-Riacho dos Porco). Pelo decreto-lei estadual nº 1114, de 30-12-1943, o distrito de Goianinha passou a denominar-se Jamacaru. Em divisão territorial datada de 1-VII-1950, o município é constituído de 4 distritos: Missão Velha, Jamacaru ex-Goianinha, Missão Nova e Quimami.
Pela lei estadual nº 1153, de 07-01-1951, é criado o município de Gameleira de São Sebastião ex-povoado de Gameleiro do Pau e anexado ao muicípio de Missão Velha. Em divisão territorial datada de 1-VII-1955, o município é constituído de 5 distritos: Missão Velha, Gameleira de São Sebastião, Missão Nova, Jamacaru e Quimami. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 1-VII-1960 Pela lei estadual nº 5983, de 26-07-1962, desmembra do município de Missão Velha o distrito de Jamacaru e Gameleira de São Sebastião, para constituir o novo município de Jamacaru.
Pela lei estadual nº 6831, de 05-12-1963, desmembra do município de Missão Velha o distrito de Missão Nova. Elevado à categoria de município. Em divisão territorial datada de 31-XII-1963, o município é constituído de 2 distritos: Missão Velha e Quimami. Pela lei estaudal nº 8339, de 14-12-1965, o município de Missão Velha adquiriu os extintos muincípios de Gameleira de São Sebastião, Jamacarau, Missão Velha, como simples distrito. Em divisão territorial datada de 31-XII-1968, o muincípio é constituído de 5 distritos: Missão Velha, Gameleira do São Sebastião, Jamacarau, Missão Velha e Quimami.
Resultado de imagem para missao velha
Assim permanecendo em divisão territorial datada de 18-VIII-1988. Pela lei municipal nº 08, de 02-12-1992, é criado o distrito de Aleixo e anexado ao município de Missão Velha. Em divisão territorial datada de 1-VI-1995, o município é constituído de 6 distritos: Missão Velha, Aleixo, Gameleira de São Sebastião, Jamacaru, Missão Nova e Quimami. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 15-VII-1999. Em divisão territorial datada de 2003, o município é constituído de 4 distritos: Missão Velha, Jamacaru, Missão Nova e Quimami. Assim permanecendo em divisão territorial datada de 2007.
FONTE: História de Missão Velha ( PREFEITURA MUNICIPAL DE MISSÃO VELHA-CE)

segunda-feira, 15 de maio de 2017

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

EJC/M. Velha e Voluntários em Ação


Agradecemos aos doadores. Nossa gratidão, nosso abraço fraterno. Além da valiosa ajuda de vocês, contamos com doadores internos para que nosso objetivo fosse alcançado. Nosso muito obrigado!!
EJC da Paróquia de São José de Missão Velha em AÇÃO !!!







quarta-feira, 23 de novembro de 2016

Campanha você é 10: Apadrinhe um Sonho !

A União Popular Pela Vida - UPPV é uma Organização Social com 28 anos de atuação no municipio de Missão Velha, interior do Estado do Ceará. Conta com a participaçao de 100 crianças em atividades socioeducativas, culturais e sóciocidadã. Através do Apadrinhamento Provisório, você ajudará a Organização na realização do Natal de 100 crianças, entre 6 e 12 anos, do bairro periférico aonde está localizada a Organização, gerando sorrisos, alegrias e Igualdade para quem necessita. Você será Padrinho ou Madrinha de uma criança e receberá uma cartinha de agradecimento redigida pela própria Criança, além de acompanhar o evento e as atividades pelas redes sociais. Em todos os momentos, as crianças serão protegidas, mantendo contato apenas via Organização social, garantindo proteção integral as crianças e adolescentes, conforme ECA, Lei 8.069/1990. 

DOE R$ 10,00 ACESSE: https://www.kickante.com.br/campanhas/voce-e-o-presente